Baldur's Gate 3

released on Oct 06, 2020

An ancient evil has returned to Baldur's Gate, intent on devouring it from the inside out. The fate of Faerun lies in your hands. Alone, you may resist. But together, you can overcome.


Reviews View More

Great gameplay, incredibly polished, and endless possibilities. Constantly left with the feeling of "They thought of that?" or "I didn't think I could do that."

Enorme, denississimo, completamente rigiocabile in modalità totalmente nuove. Oggettivamente il miglior GDR che io abbia mai giocato.

Aside from a few minor gripes, this is without a doubt in my mind one of the best games I've ever played.
I mean come on, he SINGS his own boss theme.

An epic role-playing game. I was blown away by the scope of the game, and I was also really impressed by the freedom of choice. I expected a lot from Larian, but I was really surprised at how much I enjoyed the game. I was also surprised that it's a real sequel to the old games, building on the events of the previous games, with references, characters and lots of allusions to days gone by. I thought the main plot was quite well written, although I would have liked a slightly less epic, smaller story where the fate of the entire realms wasn't at stake again. The characters are very well done, their stories interesting and their dialog funny, entertaining or melancholic, all very very good. What generally annoyed me about the gameplay was that the exploration and interaction with the world is very similar to Divinity: Orginal Sin. You walk around, look in every container, read thousands of books, only to realize relatively quickly that you don't need all that. But that's also a bit of my problem, because I always have to look at and complete everything (thanks, brain^^). All in all, Larian's best game so far and a clear recommendation for all RPG fans.

Caramba... Que jogo. Que jogo! Fico muito feliz de ter zerado esse jogo, vejo muitos fanboys ou até pessoas que amaram o jogo escrevendo suas reviews dizendo apenas "GOTY 2023", ou "perfeito, melhor jogo da minha vida", não que eles estejam errados mas... Isso é muito raso para descrever não só esse jogo, mas para qualquer outro que exista na face da terra kkkk. Essa review será uma review sincera e escrita com carinho de um fã para fã, ou até mesmo para curiosos que pensam em jogar esse jogo! :D

Antes de começar vou descrever os tópicos que irei abordar nessa review:

Vou começar falando sobre os BUGS do jogo;
Irei decorrer sobre os PONTOS NEGATIVOS que acho que esse jogo tem;
Irei falar sobre os PONTOS POSITIVOS que o jogo tem;
E por fim, irei falar PORQUE ESSE JOGO É O MEU FAVORITO ATUALMENTE.

.:|BUGS|:.

Para melhor compreensão, vou separar os bugs que aconteceram comigo divido nos três atos do jogo (ato I, II e III)

Ato I:
- Leve demora de resposta para alguma ação. Os personagens principais, ou NPC's que estavam em combate ficavam parados por alguns segundos antes de fazer alguma ação. (Gravidade do bug: leve)
- Leve bug nos polígonos dos personagens quando você entrava em alguma cutscene. Nesse bug, alguma parte do polígono do personagem (corpo, roupa ou objeto) ficava de fora da cutscene, fazendo com que uma estranha linha saísse do personagem. Essa linha não dava para ver o fim dela, provavelmente a ponta dela ficava de fora do enquadramento da cutscene.(Gravidade do bug: leve)

Ato II:
- Personagens não tinham nenhuma resposta de ação depois de algum tempo. Essa é a evolução o bug do Ato I, nesse os personagens literalmente não faziam nada quando chegavam na sua vez de atacar, tanto os personagens principais, quantos os NPC's. Para contornar esse bug, você deve fazer um salvamento rápido, ou normal, com isso a luta irá voltar a acontecer.(Gravidade do bug: moderado)
- Leve bug nos polígonos dos personagens quando você entrava em alguma cutscene. Nesse bug, alguma parte do polígono do personagem (corpo, roupa ou objeto) ficava de fora da cutscene, fazendo com que uma estranha linha saísse do personagem. Essa linha não dava para ver o fim dela, provavelmente a ponta dela ficava de fora do enquadramento da cutscene.(Gravidade do bug: leve)

Ato III:
- Leve bug nos polígonos dos personagens quando você entrava em alguma cutscene. Nesse bug, alguma parte do polígono do personagem (corpo, roupa ou objeto) ficava de fora da cutscene, fazendo com que uma estranha linha saísse do personagem. Essa linha não dava para ver o fim dela, provavelmente a ponta dela ficava de fora do enquadramento da cutscene.(Gravidade do bug: leve)
- BUG DA MIZORA: Meus amigos e minhas amigas, esse bug eu demorei 2 HORAS para conseguir sair dele, fiquem tranquilos que não irei dar spoilers da história, apenas a localização do bug e como eu consegui resolver. No ato III vocês vão ter que ir em uma audiência em um castelo para conversar com o duque, antes dessa sala de audiência terá uma sala de espera, um hall de entrada para a sala de audiência para ser mais exato, e nesse hall de entrada, dependendo das escolhas que vocês tomaram no jogo, vocês talvez encontraram a Mizora. O bug consiste nela ficar invisível e não conseguirmos interagir com ela, o problema é que essa interação é importante para continuar na história, então quando entramos no hall de entrada, a gente entra em uma linha de dialogo com ela, o problema é que não entra a cutscene e os diálogos de escolha para a gente conversar com ela, com isso o jogo buga totalmente e você terá que voltar para o seu último save (obs.: isso pode acontecer tanto antes, quando depois da audiência que você irá ter com o duque).
Como eu resolvi esse bug? Tive que voltar em um save antes de atravessar a ponte para ir para o castelo para ter a tal audiência com o duque. SEM TER O WILLY NO GRUPO você irá atravessar a ponte desse castelo, depois da ponte você entrará em um enorme corredor que leva além de para o tal hall de entrada, para outros lugares importantes daquele castelo. Em frente a porta do hall de entrada, você irá abrir ela, se você ver a Mizora, você vai direto para o acampamento, pega o Willy e põe no seu grupo, e vai direto conversar com a Mizora (e caso a Mizora não esteja lá, refaça o mesmo procedimento, e caso não dê certo várias vezes nesse save que você está tentando, você vai ter que ir testando em outros saves mais antigos até dar certo. Deus teve piedade de mim e consegui logo no save que eu tinha salvado antes de passar pela ponte). Depois do diálogo, vai direto para a audiência conversar com o duque, depois do diálogo com ele, volta rapidamente lá para o hall de entrada e converse novamente com a Mizora, se você conseguiu conversar com ela, parabéns! O bug foi embora e você pode explorar novamente o local com mais cuidado, caso queira (e caso a Mizora não esteja lá, refaça o mesmo procedimento, e caso não dê certo várias vezes nesse save que você está tentando, você vai ter que ir testando em outros saves mais antigos até dar certo. Deus teve piedade de mim e consegui logo no save que eu tinha salvado antes de passar pela ponte). (Gravidade do bug: ENCAPETADA, IGUAL A MIZORA)

Depois desse bug ENFADONHO da Mizora, o jogo teve piedade de mim e não peguei mais nenhum bug.

.:|Pontos Negativos|:.

Tem poucas coisas que não gostei desse jogo, uma delas foram as pessoas que escrevem apenas "GOTY 2023", "perfeito, melhor jogo da minha vida" e as cutscenes de corrida. Meus amigos, os personagens correndo nesse jogo em cutscenes são muito estranhos, parecem que a animação de correr deles é muito rápido, só que o deslocamento que o personagem faz dentro do ambiente não condiz com essa animação de corrida que ele dá, aí você vê isso é fica pensando "isso tá certo mesmo?". Não sei se vocês perceberam isso, mas me incomodou bastantes as cenas de personagens correndo desse jogo... Para adicionar mais animações de beijos você são bons, né Larian? Agora para melhorar as animações de corrida é outra história, NÉ LARIAN?! Outro ponto, só que mais sério que quero levantar, é o corte de conteúdo no Ato III, dá para ver que o jogo tinha mais coisas para serem contadas, mas... Foram cortadas e remendadas para ficarem mais curtas. Espero que a Larian adicione esse resto da história em uma dlc futuro, ficaria feliz em ver o que eles tinham planejado nessa parte da história.

Esse ponto vai especialmente para o pessoal que jogou Red Dead Redemption 2. Não, os NPC's não são tão vivos iguais aos de RDR2, eles são NPC's clássicos de RPG, se tem quest, eles tem caixa de diálogos mais grandes, se são figurantes, eles iram apenas falar a mesma linha de texto para você, claro, se acontecer algo muito importante no jogo, eles iram falar outra linha diferente... NPC's clássicos de RPG, vocês me entenderam kkkkk. Mas fiquem tranquilos, todos NPC's são bem feitos.

.:|Pontos Positivos|:.

Os pontos positivos que gostei desse jogo são, a liberdade que você tem de escolha nesse jogo, a história e os personagens dentro dela, as músicas e o combates em turnos que são bem dinâmicos ao meu ver.

.:|Considerações Finais|:.

Caramba, a maior review que escrevi em toda minha vida kkkkkkk. Espero que tenham gostado dela, e espero ter sido bem realista com vocês, não quero ser aqueles fãs malucos que defendem com unhas e dentes o seu jogo preferido, e também não quero ser um hater por falar mal do jogo, quero ser apenas ser... um fã. Um fã que sabe apontar os pontos positivos e negativos do seu jogo favorito e mostrar o porquê de ter gostado dele, e nada mais, além disso.
Eu gostei desse jogo devido a sua história, eu achei interessante como o jogo me fisgou pela sua narrativa, um bom exemplo disso é quando aconteceu o MALDITO BUG DA MIZORA, durante o bug, e logo depois que consertei ele, me deu vontade de largar esse jogo, o problema é que depois de alguns minutos jogando ele novamente para dar continuidade na história e ver se minha campanha não tinha sido quebrada por completo pelo bug, eu já tinha sido fisgado novamente pela narrativa do jogo kkkkkk (sem contar que eu gosto de jogos de estratégia, e como BG3 é um jogo de turno, ele caiu como uma luva para mim). Além disso, todos os bugs que relatei lá em cima da review foram situações específicas, e como eu joguei 167h, deixei de lado esses bugs e fui curtir o jogo, claro, tirando o bug da Mizora que durou 2h para ser resolvido, todos os outros bugs duravam alguns segundos, e quando eu percebia que algo estava dando erro por muito tempo, eu só dava F5 (atalho de salvamento rápido do jogo) e o jogo voltava ao normal.
Enfim, recomendo esse jogo para quem curte jogos de estratégia, gosta de uma boa narrativa, não tem preguiça em ler e saiba gerenciar seu tempo, já que o jogo dura mais ou menos 140h para ser finalizado.
Meu conselho para quem tem medo dessa 140h, jogue 1h por dia mais ou menos, em três meses mais ou menos é muito provável que você vai ter terminado esse jogo. Dessas 167h de jogatina que tive, eu demorei três meses e dez dias para conseguir finalizar esse jogo. Joguem BG3 de boa, sem compromisso, é bem melhor do que virar madrugada adentro para tentar zerá-lo o mais rápido, sem contar que talvez ainda faça você abandoná-lo no final devido ao cansaço mental que você irá ter, já que BG3 é um jogo com muitos diálogos e estratégia envolvida, e se você não o Megamente, muito provável que o seu cérebro vai virar um pudim depois de várias horas jogando esse tipo de jogo.

É isso então, tudo que queria dizer já foi dito. Obrigado para quem leu essa review até o final, e boas aventuras para vocês, meus querido(a)s aventureiro(a)s, que os bons ventos te guiem para essa grande aventura que é Baldur's Gate 3! ;)